Skip links

Segurança da Informação: Por que você deve se preocupar antes que ela acabe com sua organização!

Cada vez mais geramos e consumimos um número gigantesco de informações. O quanto dessas informações são referentes a sua organização? Elas deveriam estar disponíveis?

A cada minuto que passa, uma quantidade gigantesca de informações é gerada no mundo:

  • Mais de 156 milhões de emails são enviados;
  • Mais de 3,5 milhões de pesquisas são realizadas no Google;
  • Mais de 46 mil postagens são feitas no Instagram;
  • Mais de 16 milhões de mensagens de texto são enviadas por celular.

Isso sem citarmos o que é consumido e gerado em outras plataformas, como Netflix, Spotify, Youtube, Facebook, Twiter e outras.

Quando olhamos para o número de pessoas conectadas com essas informações, os números também não são pequenos: com uma população total estimada em 7.593 bilhões de pessoas, as projeções indicam um total aproximada de 4.021 bilhões de pessoas conectadas à internet, que estão consumindo e gerando informação.

Muita informação é gerada e muitas pessoas estão conectadas com o que acontece!

E nesse meio todo, você já parou para pensar o que está disponível na internet sobre você e sua organização em uma simples busca no Google?

Pode parecer uma pergunta simples, porém não se engane. O conteúdo disponível sobre sua organização pode ser suficiente para que pessoas mal intencionadas ameacem a segurança e integridade das informações da sua organização. Recentemente tivemos diversos casos de vazamentos de senhas e informações de pessoas de organizações , que vão desde redes sociais como o Facebook, até serviços digitais financeiros, como do Banco Inter. Mas os ataques e ameaças as organizações não se limitam a apenas vazamento de dados. No Brasil, grandes empresas como a BRF, já foram vítimas de ataques chamados phishing, que se caracteriza por fraude envolvendo o roubo de informação, como por exemplo, clonar a página oficial da empresa para obter dados de pessoas desatentas.

De acordo com a Online Trust Alliance (OTA), estima-se que em 2017 o número de incidentes de segurança, gerados a partir de ataques cibernéticos quase dobrou no mundo (aumento de 95%). Como a maioria dos ataques não são reportados pelas organizações, esse número na verdade pode ter aumentado em até quatro vezes segundo a própria OTA.

Esses ataques contabilizados, geraram um prejuízo financeiro estimado em aproximadamente US$ 280 Bilhões. Além do impacto financeiro, o prejuízo para a organização se estende a outros aspectos, como perda de reputação (prejuízo a imagem da empresa), tempo de gestão, perda de clientes e outros. Recentemente estivemos colaborando com trabalhos em uma grande organização brasileira que foi vítima de ataques de phishing e ransoware (cenário em que equipamentos e sistemas são sequestrados, encriptados e é cobrado um resgate para liberar acesso novamente a empresa). Conseguimos reverter o cenário junto ao time do cliente, porém o impacto financeiro, a imagem da empresa e seu relacionamento com alguns clientes fora do Brasil já havia sido abalado.

Por isso criar políticas que possam prevenir incidentes de segurança da informação, orientar usuários, proteger a infraestrutura física, de TI e as informações corporativas é muito mais que uma tendência, atualmente é uma urgência.

Ainda segundo a OTA, estima-se que 93% desses incidentes e impactos com segurança da informação nas organizações, poderia ter sido evitado com a implementação de práticas simples.

Qual é o risco de ocorrer vazamento de informações estratégicas da sua organização hoje?

Sua infraestrutura, práticas e Governança de TI está preparada para mitigar e evitar ataques?

A defesa dos seus dados e dos dados de seus clientes deve fazer parte das suas prioridades. A Oguini pode colaborar com você na preparação da sua organização para reduzir esses riscos! Entre em contato e saiba mais.

Leave a comment

Name*

Website

Comment